Pular para o conteúdo principal

Evento debate em Curitiba a tatuagem e a arte contemporânea


Visiva 2016 terá exposição, oficinas de tatuagem e caligrafia chinesa, debates e pocket shows



A tatuagem tem se firmado cada vez mais como movimento artístico e os desenhos padronizados, de catálogo, dão lugar a trabalhos autorais, personalizados, onde o traço e o estilo do tatuador se impõem. Nesse momento em que atécnica de gravar na pele ganha status de expressão artística, um grande evento vai debater em Curitiba os rumos da atividade e alternativas para a produção atual de arte, associada direta ou indiretamente com a tatuagem.

Visiva 2016 será realizado em agosto na Galeria e Estúdio Teix, no Batel, e terá exposição de arte, oficinas de tatuagem e de caligrafia chinesa, shows e círculo de debates.
Até o momento, 12 artistas já estão confirmados na mostra: Georgie Williams, Felipe Padilha, Bru Simões, Ricardo da Maia, Guga Uecz, Skazxim, Caroline Karenine, Victor Octaviano, Lan Pravda,  Junnio Nunes, Rafo Castro e Trigs.

No segundo dia do evento haverá uma mesa redonda sobre as produções artísticas contemporâneas e suas relações com a tatuagem. Participam  a artista visual Ana Procopiak, o designer e ilustrador Rafo Castro, que atualmente faz parte da equipe de artes da Osklen e Om.art, e o jornalista Rodrigo Wolff Apolloni, doutor em Sociologia pela UFPR.

Além disso, ocorrerão as oficinas de composição e tatuagem aquarela, com Victor Octaviano, e de caligrafia chinesa com Chun Lin, instrutor no Centro Asia, de Curitiba.

Nos dois últimos dias o Visiva terá produção de tatuagens pelos artistas residentes e convidados, pocket shows com bandas locais e pracinha de alimentação.
Artistas e tatuadores que queiram participar ainda podem fazê-lo, mas é preciso enviar material para análise da galeria até o dia 1 de agosto.

“A ideia é criar uma oportunidade para que os profissionais mostrem seus trabalhos, fortalecer, unir e abrir novos horizontes sobre a produção artística num contexto geral. Acreditamos que esta experiência será de grande importância para a troca de informações, aprendizado e o fomento de novas ideias”, explica a empresária Jô Maciel, uma das criadoras do evento. “Também acreditamos que a pluralidade de opiniões sobre o tema é importante, não se trata de um evento de tatuadores falando de tatuagem, mas de um olhar mais amplo, plural, queremos trazer outras visões sobre o tema”, finaliza.

Tatuagem de Victor Octaviano, convidado do VISIVA
Caroline Karenine, convidada internacional do VISIVA, tatuando um bodysuit.
A GALERIA – O Estúdio e Galeria Teix atua há 15 anos em Curitiba e é pioneiro no fomento à ligação entre tatuagem e as artes plásticas.  Recentemente abrigou a exposição Santos da Rua, do renomado tatuador paulistano Douglas Xamã.


SERVIÇO
VISIVA 2016
De 11 a 14 de agosto
Galeria e Estúdio Teix – Alameda Augusto Stalfeld, 1581 – Curitiba.
Fone: 3018.2732
PROGRAMAÇÃO

11/08 (quinta)
Coquetel de abertura e exposição coletiva com os artístas envolvidos.
19:00
Entrada franca.

12/08 (sexta)
Oficina de composição e tatuagem aquarela com Victor Octaviano.
Das 10:00 às 17:00
Investimento R$ 500,00 || 10 vagas.

Oficina de caligrafia chinesa com Chun Lin, instrutor no Centro Asia de Curitiba.
Das 14:00 às 20:00
Investimento R$ 200,00 || 15 vagas.

Debate sobre as produções artísticas contemporâneas e suas relações com a tatuagem.
Validação, produção, conceitualização, desdobramentos serão alguns dos temas abordados.
19:00
Entrada franca.

13/08 e 14/08 (sábado e domingo)
- Produção de tatuagens por artístas residentes e convidados.
- Pocket shows com bandas locais
- Feirinha de comidas e bebidas
- Venda de artigos relacionados à arte e à tatuagem
- Pebolim