Pular para o conteúdo principal

MARCO TEIXEIRA EXPÕE NO JAMES BAR



A cada mês o James Bar recebe exposições de artistas radicados em Curitiba. Em agosto, será a vez de Marco Teixeira assinar o espaço com a exposição Desdobramentos. O projeto existe há cinco anos e a curadoria é realizada pela designer e ilustradora Karen Tortato. Ela afirma que mais de 50 artistas já passaram pelas paredes do lounge bar, e alguns foram convidados mais de uma vez pelo sucesso, como Diego The Kid, Carolina Balvedi e André Ducci.

Karen separou um tempinho  para participar do blog do Estúdio Teix, e  contou um pouco sobre o projeto.



(Exposição James Bar | crédito: divulgação)



Estúdio - Qual é o objetivo do projeto?

Karen - A premissa deste projeto o nome já diz: independente, como o rock alternativo, como a banda recém saída da garagem. Privilegiamos os artistas mais “alternativos”, “undergrouds”. Em geral, o trabalho tem que acompanhar a tendência do bar que é rock, diversão, arte de rua e tudo que engloba atitude. Pessoas que não têm acesso em grandes galerias de arte, que estão começando. Porém grandes artistas de renome internacional já passaram por ali como é o caso do Clayton Jr que hoje vive em Londres e trabalhou pra MTV, Editora Abril e recentemente Neri da Rosa, nome famoso em Curitiba nas artes plásticas, design e apresenta a mais de 20 anos programas de música "indie" rock nas rádios.



                                       (Exposição James Bar | crédito: divulgação)




                                   (Um dos trabalhos do Marco | crédito: divulgação)

Estúdio - Como surgiu o convite para o Marco Teixeira?

Karen - Escolhi o trabalho do Marco primeiramente porque a linguagem visual do universo da tatuagem e os desdobramentos que ele fez inspirados na sua arte de tantos anos são a cara do James. Pelo público alvo ser jovem e antenado com as tendências da música e moda. Também porque depois de várias exposições fixadas na arte digital, gostaria de expor um trabalho mais maduro e "visceral". Marco usa referências da arte oriental em suas peças, materiais como  "ecoline", a tinta "sumi-e", recortes e tinta de "ink-art". Isto torna a obra de Marco Teixeira além de madura, inovadora. Convergindo com as  tendências para o futuro do projeto, com uma maior embasamento nas artes plásticas.


Para participar do projeto Arte Independente mande e-mail para arte@barjames.com.br